RSS do Ministério do Desenvolvimento

 

Busca Avançada

Preencha os campos abaixo para encontrar o que deseja:
 


Página Inicial » Desenvolvimento da Produção » Notícias » Setor siderúrgico destaca recuperação do mercado interno

Setor siderúrgico destaca recuperação do mercado interno

28/04/2010

Setor siderúrgico destaca recuperação do mercado interno

Foi realizada, nesta quarta-feira (28/4), a 5ª Reunião de Articulação Público-Privada do Fórum de Competitividade da Siderurgia, no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). No início do evento, os representantes dos setores de aço, ferro-gusa, sucata e fundição tiveram oportunidade de apresentar o cenário atual e destacaram a recuperação da cadeia produtiva depois de reveses devido à crise financeira global no ano passado.

Os representantes avaliaram como positiva a retomada da demanda do mercado interno por conta da expansão das vendas da indústria automotiva, de eletrodomésticos e da construção civil, alavancadas pelos estímulos fiscais recebidos. Eles, no entanto, manifestaram preocupação quanto ao mercado externo e à lenta recuperação das exportações, já que a cadeia produtiva brasileira de aço tem aproximadamente metade da capacidade instalada voltada para vendas ao exterior.

Durante a reunião, o setor de distribuidores de aço também apresentou um projeto de internacionalização desta indústria, que é conduzido com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil) e que busca capacitar os empresários do setor para atuar no mercado internacional. Além disto, foi apresentado um estudo sobre o estágio atual da formação e da qualificação dos profissionais que realizam operações essenciais desta indústria, como engenheiros e técnicos, reconhecendo o aumento da demanda e a necessidade de se expandir a oferta de cursos nestas áreas de conhecimento.   

Aço Verde

O coordenador-geral do Fórum de Competitividade da Siderurgia, Tólio Ribeiro, e o diretor de Competitividade Industrial, da Secretaria de Desenvolvimento da Produção (SDP), Marco Otávio Bezerra Prates, fizeram uma exposição sobre as ações para que a cadeia produtiva cumpra as metas de redução das emissões de gases de efeito estufa. Conforme acordado pelo governo brasileiro, durante a 15ª Conferência das Partes das Nações Unidas (COP 15), em Copenhague, na Dinamarca, no ano passado, o setor siderúrgico está comprometido em reduzir entre 8 e 10 milhões de toneladas das emissões de CO2 até 2020.

A principal ação para alcançar esta meta está relacionada à utilização de carvão vegetal como combustível para esta indústria. Neste sentido, diversos projetos de Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDLs) podem ser implementados para compensar as emissões. O governo, juntamente com a cadeia produtiva, estuda também adotar novas normas de utilização do carvão vegetal que tornem o seu aproveitamento mais sustentável. Ainda sobre o tema ambiental, os representantes do setor solicitaram debater mais o assunto com atenção para a questão do licenciamento de empreendimentos.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2027.7511
André Diniz
andre.diniz@mdic.gov.br

http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/noticia.php?area=2¬icia=9777